quinta-feira, 11 de agosto de 2011

A minha transição(30)



Passando pelos planos de hoje, o que se pode fazer?Qual seria a sua motivação?Aquela criança que havia em você ainda existe?
Pense que todo dia será um dia de renovação, que tudo dará certo, o mundo não sabe que você tem planejado pra ele.
Pode parecer piegas,mas, essa é a descarada  pura realidade, quem irá acordar você dos sonhos?Somente você,somente a sua motivação de sair pelas ruas em busca do que você foi feito pra viver: A sua plena realização.Não falo nem das questões objetivas, concretas e materiais, como um carro novo, ou uma casa ou uma nova namorada, ou namorado.Se trata do "eu estou sendo feliz com a vida que eu levo?".Se a resposta for não, tá na hora de começar á mudar tudo,  parar tudo em função do que é mais importante pra você hoje:VOCÊ MESMO.
Então meu caro(no alto dos meus recentes 30 anos)desejo que você levante daí agora e vá em busca do que é seu por direito, do que te faz realmente feliz.
Tá esperando o quê, HEIN?


*Mãos á obra meu caro e minha cara!!Para o alto e avante!!

terça-feira, 21 de junho de 2011

Hoje,não!!

                                             (Ei,psiu!!Hoje não!!)




"Hoje não,Furacão!
Os olhos da maldade são mais fortes que seus movimentos circulares.
É por que o mundo anda espantado com sua liberdade depois que saiu de casa.
Você acha que arrastando casas e alterando paisagens vencerá o lado escuro?
Hoje não,Furacão!
A maldade e o pessimismo chegaram primeiro,junto com algumas sombras que se dizem gente.
Mas,o pessimista não sabe o que o aguarda.Alegre-se,vocês (o Furacão e o pessimista)se transformarão.Mas,hoje,não!"



*Sobre esperança de dias melhores ante a tragédias naturais e maldade humana!

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Atrás do oceano-Chapéuzinho Vermelho

                  (me deu um click depois que ouvi Supernaut do Black Sabbath)





Militares correndo,sangue nas mãos
atrás de um inimigo privatizado,o fantasma de algo que nunca foi!!
Atrás do oceano,talvez eles estejam atrás do oceano,na frente do céu
Debaixo de Deus;
Nos olhos de Deus
-Fala desgraçado!Bolchevique espatriado!Filho bastardo de Karl Marx!
Atrás do oceano estão eles,no oceano Bélico,nada pacífico,que se encontra no Atlântico
Que mal fizeram Chapéuzinho vermelho?Herzog?O Barão(adivinha a cor?)
O Sol nas capas de revista,me enche de alegria e cobiça
Atrás do oceano,na curvatura do arco íris,onde não    quero estar
Eles vêm montados em cavalos,vestidos de verde-oliva
Armados e desalmados-lobos maus,mas,não vão me desarmar...e nem me desalmar
Tô com povo no corpo,cicatrizante ideologia,
um mosquito radiante de idéias imortais
que bebe da água de um oceano azul,que é a casa eterna de todas as cores,inclusive a subversiva vermelha
Por isso que eles estão alé de mim,
atrás do oceano!

                                          (Eu te amo meu Brasil,eu te amo...)

Esse aqui eu tinha feito direto no Facebook e não resisti á essa imagem que é capa de disco de uma banda chamada Neutral Milk Hotel)
*Inspiração da música "Supernaut" do Black Sabbath:"across the ocean..."resolvi escrever o meu Behind the ocean,rsrsrs)

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Luto pelas crianças do Rio de Janeiro!!!








Nada justifica a bestialidade do ato que foi cometido naquela escola aqui no Rio de Janeiro.Fica aqui registrada a minha solidariedade e pesar para as famílias que perderam os seus anjos tão precocemente.
PANIS ET CIRCENSES.CRUDELIS!!
(Foi sim um caso isolado,mas,choca a todos da mesma forma,ou você não é um ser humano?)

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Obrigado Pablo Neruda!!

                 Hoje venho aqui com um post pronto,feito por nada mais nada menos que Neruda





Posso Escrever Os Versos Mais Tristes Esta Noite Pablo Neruda
Posso escrever os versos mais tristes esta noite.

Escrever, por exemplo: "A noite está estrelada,
e tiritam, azuis, os astros, ao longe".

O vento da noite gira no céu e canta.

Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Eu a quis, e às vezes ela também me quis...

Em noites como esta eu a tive entre os meus braços.
A beijei tantas vezes debaixo o céu infinito.

Ela me quis, às vezes eu também a queria.
Como não ter amado os seus grandes olhos fixos.

Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Pensar que não a tenho. Sentir que a perdi.

Ouvir a noite imensa, mais imensa sem ela.
E o verso cai na alma como no pasto o orvalho.

Que importa que o meu amor não pudesse guardá-la.
A noite está estrelada e ela não está comigo.

Isso é tudo. Ao longe alguém canta. Ao longe.
Minha alma não se contenta com tê-la perdido.

Como para aproximá-la meu olhar a procura.
Meu coração a procura, e ela não está comigo.

A mesma noite que faz branquear as mesmas árvores.
Nós, os de então, já não somos os mesmos.

Já não a quero, é verdade, mas quanto a quis.
Minha voz procurava o vento para tocar o seu ouvido.

De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos.
Sua voz, seu corpo claro. Seus olhos infinitos.

Já não a quero, é verdade, mas talvez a quero.
É tão curto o amor, e é tão longe o esquecimento.

Porque em noites como esta eu a tive entre os meus braços,
minha alma não se contenta com tê-la perdido.

Ainda que esta seja a última dor que ela me causa,
e estes sejam os últimos versos que lhe escrevo.



Obs:HEHE,assim fica fácil postar aqui,ouvi hoje na Band News Fm-daqui do Rio sendo recitado pelo Juca de Oliveira no quadro Devaneios do programa do Ricardo Boechat e cá está ele.Lindo poema!!

quarta-feira, 30 de março de 2011

Intervenção Artística-1





Ah...achei ótima a tirada e iroinia da intervenção.Agora,como toda arte a frente do seu tempo tem gente que não entende a"sacada",o propósito não é distorcer a filosofia e sim ,atentar para o que a sociedade chama de comportamento social adequado,em que todos nós estamos inseridos e somos obrigados á ser enquadrados.
O padrão "robótico" que a vida social nos impõe,nos punindo por sermos nós mesmos e pensarmos livremente,restando o rótulo de excêntricos ou loucos quem rompe com esses arquétipos.Falsidade gera gentileza,MAS,GENTILEZA GERA GENTILEZA!!





quinta-feira, 17 de março de 2011

Como desfazer uma macumba!!

                                   "Será que os fins justificam os meios?"








Acordei com muita raiva hoje de manhã,nada fazia sentido,nem mesmo aquele relógio marcando a hora certa a cada minuto,fazendo com  que o dia fosse mais longo...era hora de levantar,mas,de repente eu não tivesse me levantado,mesmo estando de pé.Lavar a cara,trivial,"bom dia" ao moço da padaria,no jornal as mesmas notícías do Japão,radiação,radiação...JUDIAÇÃO!
Fui trabalhar,na verdade tentei ir,mas,fiquei preso no trânsito caótico da Avenida Brasil...ligando para o chefe,nenhuma piedade do lado de lá:"volta p´ra casa,meu rapaz,amanhã a gente conversa melhor sobre isso"...humpff,já sei o que me aguarda amanhã no trabalho.Olha a maravilha de cenário,nada dando certo hoje...pelo menos ficando em casa vou ouvir um The Cult,um Tom Zé p´ra relaxar e esquecer,pelo menos até o dia de amanhã que parecia querer se repetir toda a semana,meses a fio.
Chegando na esquina de casa,noto certos olhares de desconfiança,aquela vizinha invejosa de novo,mas,peraí,inveja de que?O que eu tenho afinal?Não sou nenhum modelo de beleza Hollywoodiana,não estou na novela das 8 da Globo,não sou rico,que motivos afinal teria ela p´ra me invejar?Na verdade deve ser por que sou diferente dela,não faço parte do mundinho que ela vive.Por ser diferente me rotulam de "metido","esnobe",quer dizer,ela deve me rotular.Deve ser por que ela é Vasco e eu Flamengo?Não.Deve ser só porque estou vivo ainda.E esperançoso!

Volto a pensar:"Estes meus últimos dias de azar e insatisfação com nada dando certo,aquele despacho na porta de casa"...pois é,um despacho!!!O que pode acontecer daqui p´ra frente?
Bem,eu fui lá na frente e comi a farofa....estava uma delícia!!!!Escovei os dentes,fiz uma prece a Deus.Pensei na vizinha,pedi por ela,p´ra que tivesse paz de espírito,encontrasse a luz,aliás,por falar em luz,fui lá na frente outra vez,dessa vez apaguei as velas pretas,e tudo escureceu,ninguém na rua á meia noite e me apareceu uma criatura com rosto coberto por um pano branco,me encarou e me disse:"Olá rapaz!"-eu retruquei-"Quem é você?"-sorrindo a criatura que flutuava me encarando sem cessar me disse :"sou o seu lado negro,aquilo que você manifestou em pensamentos e atitudes,estava pronto p´ra te levar p´ra uma terra de agonia e dor,mas,como vi que você mudou de atitude,buscando a luz,estou fraco  e desaparecendo".Por um instante ficamos nos encarando,eu olhava aquele ser horrendo que mal disfarçava os olhos vermelhos debaixo daquele encardido pano branco.Parecíamos que nos conhecíamos a anos.

Bem na verdade,já nos conhecíamos,aquele ser horrendo era eu mesmo,ou pior,o meu lado negro que disse estar ali p´ra me visitar ao tomar uma forma física que eu mesmo ajudei a criar,segundo ele.E ainda me disse mais:"Na verdade a macumba que haviam feito p´ra você,o tal despacho acionou a força do seu pensamento de uma forma tão poderosa,que acabou me tornando um ser real.Na verdade,não foi nem a macumba,foi você mesmo que me criou com o seu pensamento,aquela macumba ali nem daria certo,mas,como você mudou seus pensamentos...".Então disse áquela criatura:"Ide em paz,muito obrigado pela visita".

A criatura desapareceu,deixando em seu lugar várias pétalas amarelas. Simbolizando que provavelmente a pior macumba que sejamos vítimas todos os dias seja de nossa p´ropria autoria.Nosso pensamento que nos arrasta p´ra esse tipo de energia negativa.Penso,logo sou.De repente ouço um barulho que vem do quarto,percebo que já amanheceu,percebo que estava deitado.Percebo que havia sonhado.Me levanto,estava realmente de pé,o mesmo relógio marcando as mesmas horas.
Dei bom dia a vizinha,quando notei algo no chão em frente ao portão da minha casa:pétalas  amarelas...aquelas sabe?


"..A macumba da nega é boa,a macumba da nega é boa..."
Zeca Pagodinho
    
"...There´s a light that never goes out..."
- The Smiths


                                                      -----++++-------
                                                            xxxxx                   

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

UMA FRASE BASTA!-Parte 1







Desta vez é só serei um pouco mais objetivo.
Somente uma frase me bastará para que eu seja compreendido:




"Ela une o mar,com o seu olhar...ela ´so precisa existir p´ra me completar..."




*(Oiii.....você não acha que fui específico?Bem,é melhor deixar p´ra lá....e sai desse PC que não te pertence!!)